Brasil dá aprovação final para joint venture Delta-LATAM

A aprovação final para a joint venture Delta-LATAM foi dada esta semana pelo Brasil. O acordo, que também recebeu aprovação do Uruguai, ainda precisa de aprovação em algumas outras jurisdições.

No entanto, é um passo na direção certa para os parceiros após a aprovação inicial do "Acordo de Joint Venture transamericano" recebido em setembro passado. A autoridade reguladora brasileira CADE deu a aprovação final sem quaisquer condições. Ainda a ratificar formalmente a aprovação estão os EUA e o Chile.

“Essa aprovação final no Brasil reforça nossa missão de fornecer aos clientes desse importante mercado a experiência de viagem de classe mundial e as opções que eles merecem. Seguindo em frente, continuaremos trabalhando com a LATAM para desbloquear mais benefícios para nossos clientes e criar a principal aliança de companhias aéreas das Américas”, disse o CEO da Delta, Ed Bastian

A notícia da joint venture surgiu em setembro de 2019, quando a Delta comprou uma participação de 20% na transportadora sul-americana. Investindo US $ 1,9 bilhão na participação, veio com algumas transferências de aeronaves e US $ 350 milhões adicionais para apoiar o estabelecimento da parceria estratégica.

O CEO do LATAM Airlines Group, Roberto Alvo, acrescentou: “Essa decisão reforça os benefícios desse tipo de acordo para os viajantes e nos permite avançar em nosso compromisso de oferecer maior e melhor conectividade entre a América do Sul e o mundo”.

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn