British vai colocar novamente em operação jato danificado pelo fogo

Após inspeções rigorosas, companhia concluiu pela recuperação do Boeing 777-200

O jato Boeing 777-200ER da companhia aérea British Airways que foi seriamente avariado pelo fogo em um dos motores no Aeroporto de Las Vegas em setembro do ano passado, vai ser completamente recuperado e certificado dentro dos padrões de um jato comercial novo de fábrica. Após inspeções rigorosas, os engenheiros da empresa concluíram que o trabalho de recuperação da célula de 16 anos era ‘adequada e passível de uma intervenção bem sucedida’. A Boeing está se responsabilizando pelos serviços até a certificação e reintegração do 777 à frota da British.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn