Canadense WestJet cancela 15 pedidos do 737 MAX

 

A segunda maior transportadora do Canadá, WestJet, está cancelando parte de seu pedido do 737 MAX, uma vez que busca reduzir seus gastos e ‘dimensionar’ sua frota em meio à queda na demanda de viagens. A companhia aérea não pegará 15 dos jatos, deixando 27 737 MAXs no pedido.

Embora os 737 MAXs da WestJet estejam agora certificados para voar no Canadá e também nos Estados Unidos, a transportadora foi forçada a cortar parte de seu pedido com a Boeing.

A companhia aérea já recebeu 14 aeronaves – todas variantes MAX 8. No entanto, apenas três deles voltaram ao serviço.

O pedido original da WestJet, em 2013, foi avaliado em US $ 6,3 bilhões a preços de tabela. Seriam 40 737 MAX 8 e 25 737 MAX 7 e foi um componente-chave da iniciativa de renovação da frota da WestJet. Até o momento, a WestJet não recebeu nenhuma aeronave MAX 7.

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn