Carga aérea termina o ano apresentando crescimento na demanda

Todas as regiões, com exceção da América Latina, registraram maior procura em 2016

A Associação Internacional de Transporte Aéreo divulgou dados para os mercados globais de frete aéreo, mostrando que a demanda cresceu 3,8% em 2016 em comparação a 2015. O número foi quase o dobro da taxa média de crescimento da indústria de 2,0 % ao longo dos últimos cinco anos. A capacidade disponível aumentou 5,3% em 2016. Todas as regiões, com exceção da América Latina, apresentaram um crescimento de carga positiva no ano passado. Os transportadores na Europa foram responsáveis por quase metade do aumento total anual na demanda. Depois de um início fraco para 2016, os volumes de frete globais registraram recuperação na segunda metade do ano. Uma forte alta temporada, um aumento no transporte de materiais de silício e uma reviravolta em novas encomendas de exportação contribuíram para o aumento na procura. Por outro lado, as companhias aéreas da América Latina experimentaram uma contração da demanda de 1% em dezembro último, em comparação com o mesmo período de 2015 e uma diminuição da capacidade de 7,9%. A queda na demanda se refletiu no desempenho geral da região durante o ano, com uma redução de 4,2% nos volumes de frete. Este foi o segundo ano consecutivo que a procura caiu. Mais informações no portal www.iata.org.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn