Cathay Pacific relata perda recorde no primeiro semestre

Entre abril e maio deste ano, a operadora transportou em média apenas 500 passageiros por dia em razão da pandemia

A companhia aérea Cathay Pacific relatou ter registrado um prejuízo de US$ 1,27 bilhão no primeiro semestre deste ano em razão da crise do COVID-19, que continua a dizimar a demanda por viagens aéreas globais. A empresa asiática afirma que transportou um total de 4,4 milhões de passageiros no período ou 76% menos do que nos primeiros seis meses de 2019. A taxa de ocupação também caiu significativamente para 67,3% em comparação aos 84,2% verificados no primeiro semestre do ano anterior. Entre abril e maio deste ano, a operadora levou em média apenas 500 passageiros por dia. A Cathay também afirma que chegou a um acordo com a fabricante Airbus para adiar a entrega de jatos A350 para até 2023 e dos A321neo para até 2025, além de continuar com negociações avançadas junto à Boeing para atrasar as entregas do modelo 777-9, o que deverá gerar economia para o Grupo Cathay no curto a médio prazo. Mais informações no portal  https://www.businesstraveller.com/

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn