Congo Airways altera pedido do modelo Embraer E175 para E190-E2

Novo contrato possui valor total de USD 256 milhões com todos os direitos de compra sendo exercidos

A fabricante brasileira Embraer anunciou que a companhia aérea Congo Airways alterou o pedido firme feito em dezembro de 2019, originalmente para duas aeronaves E175, com direitos de compra de duas unidades adincionais do tipo, para uma encomenda de dois jatos E190-E2, com direitos de aquisição para mais dois exemplares. O novo contrato possui valor total de USD 256 milhões com todos os direitos de compra sendo exercidos e será incluso na carteira de pedidos do segundo trimestre de 2020. Os novos jatos irão substituirão modelos mais antigos, permitido expandir as operações na República Democrática do Congo e regionalmente, para a África Ocidental, Central e Sul. As aeronaves serão configuradas com duas classes de serviço, podendo comportar até 96 passageiros, com 12 assentos escalonados na classe executiva. O início das entregas está previsto para o segundo trimestre de 2022. Este é o segundo pedido da nova versão recebido de um cliente africano. Atualmente, há 189 aeronaves da Embraer operando no continente, com 54 companhias aéreas e 27 países.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn