Conheça destinos internacionais que não foram afetados pela alta do dólar

Câmbio favorável e passagens mais em conta atraem visita de brasileiros

Na hora de planejar as férias ou os feriados prolongados, a opção de viajar para fora do país é a mais procurada por muitos brasileiros. No entanto, a alta do dólar fez com que os planos de algumas pessoas fossem alterados e muitos deixassem de lado a ideia de deixar o Brasil nos momentos de folga. Mas engana-se quem pensa que a desvalorização da moeda brasileira encareceu os custos de todos os destinos internacionais; muitos deles ainda são vantajosos para os brasileiros, com passagens baratas e baixo custo de vida. Além das viagens nacionais, que têm ganhado cada vez mais força no cenário turístico do país, muitos trajetos para países da América do Sul aparecem como boas possibilidades de passeios para os brasileiros. A Argentina fica bastante próxima ao Brasil e tem a vantagem de ter uma moeda de câmbio favorável. Além das belas paisagens e dos ricos roteiros culturais, o país conta com locais mais frios. A partir de maio, as viagens com destino à capital Buenos Aires podem ser compradas por preços mais baixos, com valores a partir de R$ 678. Outra opção é a Ilha de San Andrés, na Colômbia. A ilha é repleta de praias de águas claras e calmas, ideais para banhistas. A partir de março, as passagens podem ser adquiridas a partir de R$ 950. Cancún, no México, oferece uma excelente estrutura para visitantes e ótimas opções de praias e festas. As passagens podem ser compradas por valores em torno de R$ 1 mil, a partir de abril e o peso mexicano também oferece uma taxa de câmbio mais favorável que o dólar americano. Outra possibilidade é Machu Picchu, no Peru. As passagens para Lima, cidade com trecho aéreo mais próximo, podem ser adquiridas a partir de março por até R$ 1,2 mil. Mais informações no portal www.viajanet.com.br. Foto: Paulo Berger

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn