Conselho da Lufthansa aceita revisão das condições de auxílio financeiro

Empresa alega que o escopo das exigências foi reduzido em comparação com as indicações iniciais

O conselho executivo do Grupo Lufthansa aceitou os compromissos da Comissão Europeia para garantir um pacote financeiro negociado com um fundo federal de estabilização alemão. A empresa alega que o escopo das condições foi reduzido em comparação com as indicações iniciais, pois temia que sua posição competitiva nos centros de Frankfurt e Munique fosse afetada negativamente. Sob as condições revisadas, a Lufthansa será obrigada a transferir até 24 faixas horárias diárias para um concorrente nos dois hubs. Esta opção estará disponível apenas para novos concorrentes nos aeroportos citados por pelo menos um ano e meio. Se nenhum novo operador fizer uso da permissão, ela também será estendida aos concorrentes existentes nos respectivos terminais. Agora, o Grupo Lufthansa convocará uma assembléia geral extraordinária para obter a aprovação dos acionistas. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn