Lufthansa

Empresa alega que exigências enfraqueceriam a função de hub nos aeroportos de Frankfurt e Munique

O Conselho Fiscal da Lufthansa discutiu a aceitação do pacote de ajuda oferecido pelo Fundo de Estabilização Econômica (FSM) da Alemanha, incluindo o convite necessário para a Assembléia Geral Anual. O Conselho tomou nota dos requisitos atualmente indicados da Comissão da UE. Eles enfraqueceriam a função de hub nos aeroportos domésticos da empresa em Frankfurt e Munique. Os efeitos econômicos resultantes sobre a companhia e o repatriamento planejado das medidas de estabilização, bem como possíveis cenários alternativos, deverão ser examinados intensivamente. Neste contexto, o Conselho não pode aprovar o pacote de estabilização em conexão com os requisitos da UE. Para manter a solvência, no entanto, o Conselho Fiscal continua classificando as medidas de estabilização oferecidas como a única alternativa viável.