Delta anuncia resultados financeiros do 1º trimestre

Companhia fechou o período com US$ 6 bilhões de liquidez irrestrita

A companhia aérea Delta Air Lines divulgou os resultados financeiros registrados no 1º trimestre de 2020, onde a perda antes dos impostos foi ajustada para US$ 422 milhões ou US$ 0,51 por ação. A receita total chegou a US$ 8,6 bilhões, 18% menor em relação ao ano anterior, com receita unitária total 13% menor. A despesa total diminuiu US$ 450 milhões devido ao gasto menor com combustível, parcialmente compensada por maiores despesas relacionadas à receita e capacidade, com custo unitário sem combustível (CASM-Ex) 9% maior em comparação ao ano anterior. No final do trimestre, a empresa tinha US$ 6 bilhões em liquidez irrestrita. Com o impacto da pandemia global, a transportadora norte-americana respera receber a ajuda da Lei de Auxílio, Alívio e Segurança Econômica (CARES) na forma de suporte à folha de pagamento no valor de US$ 5,4 bilhões, composto por US$ 3,8 bilhões em ajuda direta e um empréstimo de US$ 1,6 bilhão, sem garantia e para ser pago em dez anos, a juros baixos. A Delta já recebeu US$ 2,7 bilhões desses fundos e espera obter o restante nos próximos três meses. Como consideração, o Tesouro dos Estados Unidos receberá bônus de subscrição para comprar mais de 6,5 milhões de ações ordinárias da companhia a um preço de exercício de US$ 24,39 com vencimento em 5 anos. Para enfrentar os desafios da COVID-19, a empresa realizou reduções significativas de capacidade no 2º trimestre em relação ao ano anterior, com a capacidade total do sistema diminuída em 85%, incluindo uma redução de 80% no mercado doméstico e de 90% no segmento internacional. A operadora espera que em relação ao ano anterior, as despesas totais do 2º trimestre caiam aproximadamente 50%, o que corresponde a US$ 5 bilhões, devido à capacidade reduzida, menor consumo de combustível e outras iniciativas de contenção de custos, incluindo o estacionamento de mais de 650 aeronaves.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn