Delta estende isenção de taxas de alteração até 30 de junho

Objetivo é oferecer flexibilidade adicional se os planos de viagem mudarem durante a pandemia do COVID-19

A companhia aérea Delta Air Lines anunciou que continua oferecendo flexibilidade adicional se os planos de viagem dos passageiros mudarem durante a pandemia do COVID-19. Dessa forma, continua estendendo a isenção de taxa de alteração para novos bilhetes adquiridos até 30 de junho, oferecendo aos viajantes a opção de alterar seus planos sem taxa por um ano a partir da data da compra. Para os passageiros cujos planos foram afetados por alterações no cronograma ou desejam garantias adicionais sobre as próximas viagens, a empresa também oferece maior flexibilidade para reservar novamente os voos até 30 de setembro. Entre os passageiros qualificados estão aqueles que possuem viagens programadas até 30 de setembro, cujas reservas foram feitas a partir de 17 de abril e voos que foram cancelados entre março e setembro deste ano. A Delta também limitou as tarifas de viagens pelos EUA e Canadá até 30 de junho, incluindo todas as cabines. Para mais informações sobre os procedimentos, acesse o endereço https://pt.delta.com/br/pt.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn