Delta registra operações sólidas em janeiro

Bom resultado foi obtido apesar de condições climáticas desfavoráveis e falha tecnológica ocorridas no período

No primeiro mês de 2017, os funcionários da companhia aérea Delta Air Lines foram responsáveis por uma operação sólida que posicionou a operadora na segunda colocação em desempenho de pontualidade e em terceiro lugar em fator de conclusão, apesar dos 11 dias com operações irregulares durante o mês, causados em sua maior parte por condições climáticas desfavoráveis em Atlanta e Nova York. Os resultados de janeiro deste ano, apresentados na edição de março do Air Travel Consumer Report do Departamento de Transportes dos Estados Unidos (DOT), mostra que 80,7% dos voos da Delta chegaram dentro de 14 minutos do tempo de chegada programado, a definição de pontualidade do governo. A Hawaiian Airlines, que não é quase exposta a restrições climáticas e de tráfego aéreo da parte continental dos Estados Unidos, ficou posicionada em primeiro lugar com 85,7% de voos pontuais. A American Airlines ficou em terceiro lugar com 79,2%. Apesar dos impactos climáticos e da falha tecnológica ocorrida no fim do mês, a Delta ficou com a terceira colocação no fator de conclusão, medida da indústria para cancelamentos. A Hawaiian completou 99,7% de seus voos, a United atingiu 99,5% e a Delta completou 98,9% das operações. A transportadora operou 18 dias em janeiro sem cancelamentos em sua linha principal por todo o seu sistema. A respeito de bagagens, a Delta ficou com a quinta colocação, com 3,08 relatos de bagagens extraviadas a cada mil passageiros embarcados. A Spirit Airlines teve menos relatos de bagagens extraviadas, seguida pela Virgin America, JetBlue e Alaska Airlines.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn