Delta testa tecnologia de reconhecimento facial

Companhia também planeja primeiro sistema biométrico de despacho automatizado de bagagens nos Estados Unidos

A companhia aérea Delta Air Lines anunciou que começará a utilizar quatro máquinas de autoatendimento para o despacho de bagagem no Aeroporto de Minneapolis no próximo trimestre, um investimento de US$ 600 mil que permite aos passageiros despachar suas próprias bagagens de forma rápida, segura e fácil. Uma máquina testará a tecnologia de reconhecimento facial e correlacionará os clientes às fotos nos passaportes por meio de verificação de identificação, algo inédito entre as operadoras dos Estados Unidos. A introdução do serviço das máquinas de autoatendimento para o despacho de bagagens e a tecnologia de reconhecimento facial faz parte do trabalho da empresa em agilizar os processos nos aeroportos, que conta ainda com a tecnologia de identificação por radiofrequência. A Delta irá recolher feedbacks dos viajantes durante testes do processo para garantir que este aprimoramento no saguão do aeroporto otimize a experiência geral do cliente. Estudos observaram que as máquinas de autoatendimento para o despacho de bagagens podem processar o dobro de passageiros por hora.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn