Demanda de carga aérea aumentou 9% em fevereiro em relação aos níveis pré-pandemia

 

De acordo com a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA – International Air Transport Association), o cenário operacional continua favorável para o transporte aéreo de carga.

Os resultados dos mercados globais de transporte aéreo de carga de fevereiro de 2021, mostraram que a demanda de carga aérea continuou acima dos níveis pré-Covid, com a aumento de 9% em relação a fevereiro de 2019. A demanda de fevereiro também mostrou forte crescimento mês a mês em relação aos níveis de janeiro de 2021. Os volumes voltaram aos níveis de 2018, relatados antes da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China.

A demanda global, medida em toneladas de carga por quilômetro (CTK), subiu 9% em relação a fevereiro de 2019 e aumentou 1,5% em relação a janeiro de 2021. Todas as regiões, exceto a América Latina, relataram melhoria na demanda de carga aérea em comparação aos níveis pré-Covid; a América do Norte e a África apresentaram os melhores desempenhos.

A recuperação da capacidade global, medida em toneladas de carga disponível por quilômetro (ACTK), desacelerou devido às novas reduções de capacidade nas aeronaves de passageiros, pois os governos aumentaram as restrições de viagens com o recente aumento nos casos de COVID-19. A capacidade encolheu 14,9% em relação a fevereiro de 2019.

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn