Demanda doméstica cai pelo segundo mês consecutivo

Recuo chegou a 0,8% em setembro segundo números divulgados pela ABEAR

A demanda por transporte aéreo doméstico teve em setembro último, o segundo mês consecutivo de queda. Depois de recuar 0,6% em agosto, a retração chegou a 0,8% em setembro em relação ao mesmo mês do ano passado. Nesse cenário de desaquecimento do mercado, a oferta foi ajustada aos níveis atuais de procura pelos serviços oferecidos pelas companhias, sendo reduzida em 1,9% no período. Como resultado, o fator de aproveitamento das operações registrou melhoria de 0,9 ponto percentual, ficando em 79,58% no mês. O total de passageiros transportados em setembro foi de 7,8 milhões, 1,8% de acima do mesmo mês do ano anterior. Os números são a compilação das estatísticas fornecidas pelas companhias aéreas integrantes da Associação Brasileira das Empresas Aéreas. Com 37,40% de participação, a TAM capturou a maior parcela da demanda doméstica no mês. Foi seguida pela Gol, que teve 34,36% de participação, pela Azul, com 17,78% e pela Avianca Brasil, com 10,46%%. A participação do mercado internacional entre as associadas ABEAR ficou dividida da seguinte forma: TAM com 79,93%; Gol com 13,10%; Azul com 6,91%. A Avianca Brasil teve participação inferior a 1%. Mais informações no portal www.abear.com.br. Foto: Paulo Berger

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn