Demanda doméstica tem nova retração em fevereiro

Total de passageiros transportados somou 7,2 milhões, um decréscimo de 0,7% segundo a ABEAR

A demanda por voos domésticos no Brasil recuou 3,1% em fevereiro na comparação com o mesmo mês de 2015. Essa foi a sétima variação negativa consecutiva. Já a oferta teve queda de 1% na mesma base anual, repetindo o ocorrido nos últimos seis meses. A retração da demanda superior à da oferta pela quinta vez seguida revela o forte desaquecimento do mercado e se mostra como limitador dos esforços do setor para preservar a ocupação dos voos. Com efeito, o fator de aproveitamento doméstico recuou 1,66 ponto percentual, situando-se em 78,43%. O total de passageiros transportados em voos dentro do Brasil somou 7,2 milhões, um decréscimo de 0,7% sobre fevereiro do ano passado. Os números são a compilação das estatísticas das companhias Avianca, Azul, Gol e TAM, integrantes da ABEAR e responsáveis por 99% do mercado doméstico. A sequência de resultados mensais negativos aponta para um resultado ruim para o ano de 2016. Considerados os 12 meses mais recentes (março/15 a fevereiro/16) comparados aos 12 meses imediatamente anteriores, a oferta tem redução de 0,3%, para uma demanda que recua 1%. Em fevereiro, a participação do mercado doméstico apresentou a Gol na liderança com 36,24% seguida pela TAM com 35,71%; Azul com 16,71% e Avianca, que registrou 11,33%. Mais informações no portal www.abear.com.br. Foto: Paulo Berger

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn