Demanda recua 4% em janeiro e aviação doméstica completa seis meses em baixa

Foram realizadas pouco mais de 9 milhões de viagens no mês, um decréscimo de quase 2%

A demanda por voos domésticos no Brasil voltou a cair em janeiro de 2016. Diminuiu 4% na comparação com o mesmo mês do ano passado. Esse é o pior resultado para o mês já registrado na série da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), iniciada em outubro de 2012. Completa também uma série de seis baixas mensais consecutivas da demanda aérea. A retração da demanda foi pela quinta vez nos últimos seis meses, superior à da oferta, reduzida em 2,4% em janeiro. Com isso, o fator de aproveitamento teve queda de 1,41 ponto percentual, ficando em 83,18%. Foram realizadas pouco mais de 9 milhões de viagens domésticas no mês, um decréscimo de quase 2% no volume total. Os números são a compilação das estatísticas da Avianca, Azul, Gol e TAM, integrantes da ABEAR e responsáveis por 99% do mercado doméstico. Se para o ano de 2015 fechado as variações de oferta e demanda ainda foram positivas, ainda que inferiores a 1%, observando os 12 meses mais recentes, a oferta se mostra estável enquanto a demanda já recua quase 0,5%. Mais informações n o portal www.abear.com.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn