Destino final: o deserto de Mojave

 

Até a pandemia, os Boeing 747 faziam voos regulares para a Lufthansa, voando ao redor do mundo quase todos os dias. Mas depois, tudo mudou. Os Jumbos foram uns doas primeiros aviões a parar quando a aérea de bandeira alemã precisou reduzir sua capacidade.

O 747-400 D-ABVT fez seu último voo de passageiros em 19 de março, e depois a aeronave voou para Tarbes na França para armazenamento de longo prazo em 17 de junho. Porém, o D-AVTB voou ontem de Tarbes para Frankfurt, de onde voará para Los Angeles e, de lá fará seu último e curto voo, até o deserto de Mojave.

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn