Ecuatoriana: uma nova companhia, mas o nome será o mesmo

A pequena nação latino-americana do Equador está se preparando para uma nova companhia aérea que promete revolucionar a rede de transporte doméstico do país.

A Ecuatoriana Airlines – que tem 64 anos de história no continente – planeja lançar operações domésticas usando De Havilland Canada Dash 8-400 em outubro, quase uma década após o nascimento da ideia de reviver uma versão da extinta companhia aérea.

O país na costa do Pacífico da América do Sul, situado na linha do Equador entre a Colômbia e o Peru, com uma população de cerca de 17 milhões, atualmente não tem uma companhia aérea nacional própria. Sua capital, Quito, é servida por algumas das principais companhias aéreas do continente, como a Aeromexico, a Copa Airlines do Panamá, a LATAM do Chile e a Avianca da Colômbia, subsidiária de marca nacional, Avianca Equador.

Apenas a LATAM e a Avianca Equador oferecem voos de Quito para a cidade número dois do país, Guayaquil, e um punhado de conexões para cidades secundárias como Loja, Cuenca e dois aeroportos nas Ilhas Galápagos.

Eduardo Delgado, natural de Los Angeles com família equatoriana, presidente-executivo da Ecuatoriana, está trabalhando muito para mudar isso.

Foto: Divulgação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn