Embraer define fornecedores para a segunda geração de E-Jets

Nova geração está prevista para entrar em operação em 2018

A fabricante brasileira Embraer selecionou a UTC Aerospace Systems, unidade da United Technologies Corp., para fornecer o sistema de geração e distribuição elétrica da segunda geração de E-Jets, cuja entrada em serviço está prevista para 2018. A empresa fornecerá os geradores elétricos principais e auxiliar; de distribuição elétrica primária e secundária; o sistema de geração elétrica em emergência; baterias e conversores elétricos. A empresa também fornecerá os freios de carbono e as rodas principais e auxiliares da aeronave. A Embraer também selecionou a Pratt & Whitney, empresa do grupo United Technologies Corp., para fornecer a unidade de potência auxiliar. A APU fornece à aeronave potência auxiliar na forma de ar de alta pressão para a partida dos motores principais e do ar-condicionado na cabine, além de energia elétrica enquanto o avião está em solo. A APU pode funcionar também como alternativa ao fornecimento de ar pressurizado e energia elétrica durante operações em voo. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn