Embraer divulga previsões para a aviação regional chinesa

Setor será responsável por 15% das entregas mundiais de jatos entre 60 e 120 assentos

O mercado de aviação regional da China será responsável por 15% das entregas mundiais de jatos de 61 a 120 assentos nos próximos 20 anos, segundo relatório divulgado pela fabricante brasileira Embraer. A empresa tem uma expectativa favorável para a demanda por jatos de até 120 assentos com base em uma análise abrangente, que prevê uma demanda na China de 1.005 novas entregas de jatos de 61 a 120 assentos até 2031, sendo 455 jatos de 61 a 90 lugares e outros 550 jatos de 91 a 120 assentos. O relatório aponta que haverá uma crescente demanda por uma melhor conectividade em cidades de importância secundária, promovida pela economia da China e sua crescente classe média. A aviação regional do país continuará a sólida trajetória de crescimento, conforme ocorreu na década passada. 
O relatório completo pode ser visto no site www.embraer.com.cn /outlook    

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn