Embraer divulga resultado do terceiro trimestre

Receita líquida atingiu R$ 4.913,4 milhões, aumento de 7% em relação ao mesmo período do ano passado

A fabricante brasileira Embraer anunciou o resultado obtido durante o terceiro trimestre deste ano, onde foram entregues 29 aeronaves comerciais e 25 executivas (sendo 13 jatos leves e 12 grandes). A carteira de pedidos firmes (backlog) terminou o período em US$ 21,4 bilhões, comparada aos US$ 21,9 bilhões do segundo trimestre do ano. A Receita líquida atingiu R$ 4.913,4 milhões no período, aumento de 7% em relação ao mesmo trimestre de 2015, principalmente devido ao crescimento de receitas dos segmentos de Aviação Comercial e de Defesa & Segurança. A Margem bruta consolidada atingiu 18,8%, acima dos 17,6% registrados no período do ano passado. No trimestre, a companhia provisionou R$ 18,0 milhões adicionais em Outras despesas operacionais, relacionados ao encerramento da investigação sobre alegação de não conformidade com o U.S. Foreign Corrupt Practices Act (FCPA), além de uma provisão de R$ 384,4 milhões, relacionada aos custos atrelados à primeira fase do programa de demissões voluntárias (PDV). As margens EBIT e EBITDA ajustadas, excluindo-se o impacto de ambas as provisões, atingiram 6,2% e 12,3%, respectivamente no trimestre. O EBIT e o EBITDA ajustados ficaram em R$ 306,0 milhões e R$ 606,7 milhões, respectivamente. O Prejuízo líquido atribuído aos acionistas da Embraer foi de R$ 111,4 milhões e o Prejuízo por ação foi de R$ 0,1526 no período. O Lucro líquido ajustado, excluídos o Imposto de renda e contribuição social diferidos relacionado ao impacto da variação cambial sobre os ativos não monetários e também as provisões mencionadas anteriormente, foi de R$ 255,9 milhões no terceiro trimestre. O Lucro por ação ajustado foi de R$ 0,3508 no período. A empresa reitera todas suas estimativas financeiras e de entregas para 2016.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn