Embraer fecha acordo com a Tianjin Airlines para 40 aeronaves

Contrato está avaliado em USD 2,1 bilhões

A fabricante brasileira Embraer concluiu um acordo para a venda de 40 aeronaves para a companhia aérea chinesa Tianjin Airlines, uma subsidiária do HNA Group. O contrato, avaliado em USD 2.1 bilhões, inclui 20 E-Jets e 20 E-Jets E2, o que faz da empresa o primeiro cliente da nova versão de jatos na China. Os primeiros E-Jets e E-Jets E2 serão entregues em 2015 e 2018, respectivamente. O pedido será incorporado à carteira de pedidos da Embraer tão logo seja feito o pagamento inicial da encomenda. A Embraer e a Tianjin Airlines estabeleceram uma parceria bem-sucedida. A companhia aérea foi o cliente-lançador do E190 na China e opera a maior frota de E-Jets na Ásia com 50 jatos do tipo. Ela também foi a primeira empresa chinesa apontada como centro de serviço autorizado pela Embraer no país.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn