Embraer prevê a entrega de 6.350 novos jatos entre 70 a 130 assentos

Substituição de aeronaves antigas representará 39% das entregas e os 61% restantes estão relacionados com o crescimento do mercado

A fabricante brasileira Embraer divulgou as perspectivas de mercado para o período entre 2015 e 2034, no qual detalha as previsões de entregas de novos jatos no nos próximos vinte anos. O foco do relatório é o segmento de 70 a 130 assentos, cujo valor é de aproximadamente USD 300 bilhões. A Embraer projeta entregas de 6.350 jatos novos, sendo 2.250 unidades no segmento de 70 a 90 assentos e as demais 4.100 no segmento de 90 a 130 assentos. A frota mundial de jatos em serviço na categoria de 70 a 130 assentos aumentará dos 2.590 aviões em operação em 2014 para 6.490 em 2034, sendo o crescimento mais rápido entre todos os segmentos de mercado. A substituição de aeronaves antigas representará 39% das novas entregas e os 61% restantes estão relacionados com o crescimento do mercado. A demanda global por transporte aéreo, medida por receita de passageiro-quilômetro transportado (RPK), vai aumentar 2,6 vezes, a uma média de 4,9% ao ano até 2034. O Oriente Médio e a China serão os mercados com os crescimentos mais rápidos, com taxas anuais médias em torno de 7%, seguidos por regiões emergentes como América Latina, com 5,9%, e a África, com 5,4%. A Ásia-Pacífico e a CEI (Comunidade de Estados Independentes) terão taxas médias de crescimento de cerca de 5%, enquanto os mercados mais maduros da Europa e da América do Norte crescerão mais lentamente, com taxas de 3,9% e 2,7%, respectivamente. Mais informações no portal www.embraer.com.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn