Emirates amplia capacidade carga com aeronaves modificadas

Unidade utilizará dez aeronaves Boeing 777-300ER alteradas permitindo até 17 toneladas ou 132 metros cúbicos de capacidade de carga adicional por voo

A companhia aérea Emirates ampliou a capacidade de transportar cargas usando aeronaves Boeing 777-300ER com assentos removidos na classe econômica. A medida foi introduzida em resposta à forte demanda do mercado para a entrega de mercadorias essenciais, como equipamento de proteção individual (EPI), produtos farmacêuticos, equipamentos médicos, alimentos, máquinas e outros suprimentos em todo o mundo. A unidade Emirates SkyCargo utilizará dez aeronaves do tipo, permitindo até 17 toneladas ou 132 metros cúbicos de capacidade de carga adicional por voo, além das 50 toneladas nos porões inferiores. As aeronaves Boeing 777-300ER modificadas estão sendo implantadas em rotas para os principais mercados de produção e consumo, onde a divisão vê demanda máxima por movimento de mercadorias necessárias com urgência. A mudança está sendo executada nas instalações de engenharia da empresa em Dubai, onde cada aeronave exige cerca de 640 horas/homem de trabalho para a alteração. Os engenheiros removem 305 assentos, consertando equipamentos de segurança e implementando testes regulares de suporte de carga durante o processo. Sete aeronaves já foram modificadas, com mais três que devem estar prontas em meados de julho. Ao final do projeto, a equipe de engenharia terá removido 3.050 assentos, que serão armazenados até o momento em que as aeronaves forem necessárias para o serviço de passageiros. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn