O Departamento de Transporte dos Estados Unidos (DOT) está se preparando para limitar as operações da Aerolíneas Argentinas. Depois que o governo argentino limitou a capacidade das transportadoras americanas de operar voos para o país, o DOT está respondendo na mesma moeda. A partir do mês que vem, a transportadora precisará da aprovação do DOT para seus horários para os EUA.

Na segunda-feira (17/05) o DOT notificou a Aerolíneas Argentinas de que ela deve entrar com o pedido de aprovação prévia do DOT para operar voos com destino aos Estados Unidos. O pedido entra em vigor a partir de 17 de junho. Sem a aprovação do DOT, a aérea não poderá transportar passageiros para os Estados Unidos.

A Aerolineas Argentinas não está totalmente proibida de voar entre a Argentina e os Estados Unidos. A aéreaestá voan do atualmente entre o Aeroporto Internacional de Miami (MIA) e o Aeroporto Internacional Ministro Pistarini de Buenos Aires (EZE).

O DOT está fazendo isso em resposta às preocupações sobre as companhias aéreas dos EUA que operam na Argentina. Os EUA e a Argentina não têm um acordo Open Skies, o que significa que as companhias aéreas precisam receber aprovação do governo para lançar voos entre os dois países.

Foto: Airbus