Estudo da Amadeus revela como e porque 1,8 bilhão de pessoas viajarão anualmente até 2030

Descobertas são baseadas em entrevistas com os principais especialistas da indústria e viajantes

Até 2030, mais de 1,8 bilhão de pessoas irão viajar internacionalmente todos os anos e o que as motiva e como se comportarão será radicalmente diferente do que é hoje. Isso é o que o novo estudo da Amadeus, desenvolvido em parceria com a Future Foundation analisa em detalhes. O processo de pesquisa foi além de uma base de segmentação exclusivamente demográfica e traz uma abordagem de ordem psicológica, incluindo traços de personalidade, valores, atitudes, interesses e estilos de vida dos viajantes, no âmbito de um mundo verdadeiramente globalizado e impactado por diversas mudanças econômicas, de consumo e tecnológicas. Os mercados que apresentarão crescimento mais rápido nos próximos anos serão América Latina e África e a China será a maior economia mundial, superando os Estados Unidos, até 2030. Até então, a idade média da população global aumentará de 29,6 para 33,2 anos, de acordo com o Prospecto de Populações das Nações Unidas, e esse envelhecimento da população irá caracterizar muitas nações desenvolvidas em todo o mundo. Em 2030, não existirão consumidores completamente sem contato com a tecnologia e o Wi-Fi estará presente em todos os lugares. Esta conectividade vai se tornar um estilo de vida para a maior parte da população mundial. E, como entre 80 e 90% da população mundial será usuária de mídias sociais, essa será a principal maneira de se comunicar, segundo pesquisa da nVision Research, que serviu de insumo para as conclusões desse relatório. Com base nele, a Amadeus definiu seis “tribos” distintas de viajantes e para saber a qual delas você pertence, acesse o endereço www.amadeus.com/ tribes2030. Outras informações podem ser obtidas no portal http://www.amadeus.com.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn