Ethiopian Airlines quer voar novamente com o Boeing 737 MAX

 

A Ethiopian Airlines é uma das duas companhias aéreas que foi diretamente afetada pelos trágicos acidentes que levaram à parada de 20 meses do Boeing 737 MAX. Como tal, havia um grande ponto de interrogação sobre o futuro da aeronave na companhia aérea, não apenas as quatro em sua frota, mas também as 27 adicionais que permaneceram encomendadas com a Boeing.

Contudo, o CEO da Ethiopian Tewolde Gebremariam afirmou hoje (10/02) que, após um amplo escrutínio do tipo, a companhia aérea se sente confiante sobre o futuro da aeronave na frota. Ele acredita que é uma boa aeronave e planeja reintroduzi-la na frota por volta de julho deste ano.

Embora vários reguladores tenham feito suas próprias avaliações do MAX, Gebremariam disse que a Ethiopian está realizando sua própria validação da segurança do avião. “Fizemos uma análise minuciosa, técnica, operacionalmente e comercialmente, e decidimos continuar com o avião”, declarou.

Foto: Divugação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn