Família Amaro divulga nota sobre participação acionária na LATAM

Maurício Amaro esclarece que não houve venda, mas um pacto para a consolidação do controle da companhia

A família Amaro, uma das controladoras da companhia aérea LATAM juntamente com a família Cueto, esclarece que é improcedente a informação de que teria vendido sua participação na empresa. Segundo Maurício Amaro, chairman do Grupo LATAM, o que houve foi um pacto para consolidação do controle da operadora. A medida se fez necessária devido à diluição em 11% de todos os acionistas, resultante da entrada da Qatar Airlines no capital acionário do Grupo sul-americano. Na reestruturação acionária, a família Amaro, controladora da TAM no Brasil, teve sua participação direta no Grupo LATAM reduzida de 12% para 10,69%. A metade destas ações foi utilizada para capitalizar a holding Costa Verde, da família Cueto, controladora da holding de aviação junto com os Amaro. O objetivo final é que as duas famílias tenham um robusto controle acionário, com 28,3% do capital total. A outra metade das ações ficará nas mãos da família Amaro, como participação direta no Grupo LATAM. Maurício Amaro ressalta que as posições em todos os Conselhos da companhia serão mantidas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn