Final no Brasil teve o dobro do movimento aéreo da África do Sul

Foram registrados 1.731 movimentos nos três aeroportos da cidade

A cidade do Rio de Janeiro bateu o recorde histórico no último dia 14 de julho com o registro de 1.731 movimentos aéreos nos seus três aeroportos. Para se ter uma ideia, em 2010, a cidade de Joanesburgo registrou 807 pousos e decolagens em seus aeroportos durante a final do campeonato. Só o Galeão teve 880 movimentos, o dobro da média do período e uma nova marca para o aeroporto. Foram 442 voos de companhias aéreas, 89 fretamentos, 321 de aviação geral (aeronaves particulares e de táxi aéreo) e 28 militares, que inclui aeronaves das comitivas dos Chefes de Estado. O recorde anterior do Galeão era de 715 aeronaves e foi registrado no encerramento dos Jogos Pan-Americanos.O Santos Dumont registrou 518 movimentos aéreos e o aeroporto de Jacarepaguá fechou com 333 movimentos, 29% e 11% acima da média, respectivamente. Durante a realização do jogo final, 312 aeronaves permaneceram nos pátios de estacionamento no Galeão. O fluxo aéreo aumentou após às 22 horas, quando aumentou o número de decolagens. A partir das 23 horas, a torre de controle autorizou até 52 partidas por hora, com o uso simultâneo das duas pistas. O Destacamento de Controle de Tráfego Aéreo do Galeão trabalhou com 30 controladores ao mesmo tempo, além de ter havido reforço nas equipes de meteorologia e de informações aeronáuticas, responsáveis pelo recebimento de planos de voo. Foto: CECOMSAER-Sgto. Rezende

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn