Gol acelera renovação de frota com a venda e arrendamento de aeronaves

Um total de 13 jatos 737 NG foram negociados com as empresas de leasing Castlelake e Apollo Aviation e serão substituídos pela versão MAX

A companhia aérea Gol anunciou a aceleração da renovação e modernização de frota, com a realização de contratos de venda e arrendamento (sale and leaseback) junto as empresas de leasing Castlelake e Apollo Aviation, de 13 aeronaves Boeing 737 NG que serão trocadas por aeronaves Boeing 737 MAX 8 nos próximos anos. Devido a condições favoráveis do mercado para transações, os aviões serão devolvidos de forma programada entre os anos de 2019 e 2021. A aceleração desta renovação não irá alterar a capacidade planejada, uma vez que esses jatos serão retornados simultaneamente com a chegada das aeronaves 737 MAX 8 do pedido junto a Boeing e recentes arrendamentos operacionais diretos de mais 11 exemplares do tipo. A devolução acelerada permitirá terminar 2019 e 2020 com 24 e 34 aeronaves MAX, respectivamente. Até 2023, mais de 40% da frota será composta pela nova versão e nos próximos cinco anos a transição para este equipamento deverá aumentar a produtividade em 24% e reduzir o consumo de combustível. Em comparação com a aeronave 737-800, a nova variante diminuiu o consumo de combustível nas rotas em aproximadamente 15%. A venda dos 13 aviões reduzirá a dívida liquida da companhia em aproximadamente R$ 1,1 bilhão, composto de uma redução de R$ 510 milhões em divida de arrendamento financeiro e um aumento de R$ 580 milhões em liquidez de caixa.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn