Gol continua ajudando na divulgação dos projetos de ONGs parceiras

Entidades que são apoiadas pelo braço gestor de inclusão social da empresa realizam ações durante a pandemia

Com quase dez anos de atuação, o Instituto Gol segue apoiando iniciativas realizadas por ONGs em diversas regiões do Brasil. Diante da pandemia global, reforça ainda mais seu compromisso com as entidades e disponibiliza os seus canais de divulgação para onze projetos que estão sendo feitos com foco no enfrentamento aos impactos sociais causados pelo COVID-19. O objetivo é dar mais visibilidade às iniciativas e ampliar o engajamento. Entre as organizações parceiras está a Amigos do Bem, que atende famílias do sertão nordestino (Ceará, Alagoas e Pernambuco). A entidade promove iniciativas de educação e inclusão social para a erradicação da fome e da miséria. Atualmente tem seus trabalhos direcionados para campanhas de mobilização para arrecadação de donativos por meio do site da organização. Para reforçar outros movimentos de solidariedade, a transportadora também fechou uma parceria com a ONG para produção de 40 mil máscaras em tecido para proteção individual que estão sendo distribuídas aos seus colaboradores de aeroportos e manutenção que prestam serviços essenciais. A confecção está sendo realizada pelas costureiras atendidas pela Amigos do Bem, na região do Catimbau, em Pernambuco. Outra entidade é a Teto, projeto que atua em 19 países com foco para o engajamento voluntário em favelas. No Brasil, estão realizando ação de financiamento coletivo, o #PorUmaQuarentenaMaisJusta, para a compra de kits de higiene pessoal, cestas básicas e água para atender às comunidades carentes localizadas nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco e Paraná. Também parceira, a Américas Amigas desenvolve trabalho voltado à queda da mortalidade do câncer de mama entre a população de baixa renda do país. O projeto apoia o “Social Solidário”, que arrecada recursos para equipar o Hospital de Amor (antigo Hospital de Câncer de Barretos) e o Hospital de São Paulo, da Unifesp. Já o Instituto Reação promove o desenvolvimento humano e integração social por meio do esporte e da educação com aulas de judô para crianças e jovens em comunidades do Rio de Janeiro e do Mato Grosso. Durante a pandemia, a instituição realiza a campanha #IpponNoCorona a fim de conseguir doações de cesta básicas para distribuição entre as famílias dos dois mil alunos atendidos pela ONG. Enquanto isso, a Fundação Gol de Letra, que atende crianças, adolescentes e jovens das comunidades Vila Albertina/SP e Caju/RJ, aliando práticas educacionais com assistência social e desenvolvimento comunitário, foca seus esforços neste momento para campanhas de arrecadação de donativos para dar suporte aos moradores dos bairros de atuação da iniciativa. Também no enfrentamento ao COVID-19, a Gerando Falcões criou a campanha virtual “Corona no paredão, fome não!” também para arrecadar cestas básicas que serão entregues para famílias das organizações cadastradas nos estados do Ceará, Espírito Santo, São Paulo e Minas Gerais. O Movimento Brasil Digital, que promove diálogos entre os setores público e privado com foco em propostas nas áreas de tecnologia e inovação, está com seus trabalhos direcionados para a aprovação de edital para o financiamento de startups na área de saúde, especificamente para projetos focados no desenvolvimento de testes rápidos do vírus. Já a CLP – Liderança Pública, organização que trabalha no desenvolvimento de pessoas para a formação de líderes públicos atuantes no fortalecimento da democracia, criou o “Comitê Técnico de Saúde Pública da CLP”. O grupo atua em oito estados do Brasil no combate às informações falsas a respeito do novo vírus, promovendo ainda debates com diretrizes sobre o tema. Outra parceira é a Primeira Chance, iniciativa de Fortaleza/CE que promove a transformação social por meio da inclusão de jovens de baixa renda e de alto desempenho escolar, oferecendo ensino de excelência através de bolsas de estudos. Por conta da suspensão das aulas presenciais, em virtude da quarentena estabelecida no estado, a ONG está mobilizando ações virtuais com voluntários para um melhor auxílio de conteúdo aos estudantes durante essa fase de isolamento social. Por outro lado, a Júnior Achievement, atuante em 100 países com esforços direcionados para a educação empreendedora, também se mobilizou diante da situação mundial gerada pela pandemia e disponibilizou cinco cursos gratuitos voltados para educação, mercado de trabalho, finanças e conectividade. Todos estão disponíveis no site da organização. Por fim, o Instituto Gol apoia também o Todos Pela Educação, projeto que promove estudos, pesquisas e articulações para a melhoria da educação de crianças e jovens brasileiros. Diante da pandemia, a entidade disponibilizou em seu site espaço com dicas sobre ensino à distância e também promove a ação #ConversarFazBem, incentivando o diálogo e a integração familiar durante o isolamento social.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn