Gol divulga números operacionais de março

Demanda diminuiu em 29,7% e a taxa de ocupação chegou a 71,6%

A companhia aérea Gol divulgou os números operacionais referentes ao último mês de março, onde a oferta apresentou uma redução de 22,2%, com o total de assentos caindo 23,1% e o número de decolagens 21,2%. A demanda diminuiu em 29,7% e a taxa de ocupação chegou a 71,6%. Considerado apenas o segmento doméstico, a oferta reduziu 20,4% e a demanda diminuiu em 27,4%, com a taxa de ocupação atingindo 72,8%. O volume de decolagens caiu 20,8% e o total de assentos 22,7%. No internacional, a oferta e demanda foram reduzidas em 31,7% e 42,9%, respectivamente. A taxa de ocupação foi 63,8%. Embora tenha tido a oferta ajustada devido aos efeitos do COVID-19, no período de 1 a 13 do mês, ainda sem os impactos da pandemia, a taxa de ocupação dos voos domésticos foi de aproximadamente 82%. A partir do dia 16, a empresa reduziu os voos domésticos entre 50% a 60% e os internacionais entre 90% a 95%. A medida que os efeitos da crise global diminuiram ainda mais a procura, a malha foi reformulada para garantir atendimento essencial as capitais brasileiras a partir do Aeroporto de Guarulhos, com uma redução de 92% dos voos domésticos e uma interrupção temporária de todos as operações internacionais. Novos ajustes deverão serão feitos para garantir aderência da oferta aos novos patamares de demanda.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn