Governo russo concede subsídios para as companhias aéreas

Aporte de US$ 317 milhões permitirá pagamento de salários e contribuirá parcialmente para pagamentos de leasing e taxas de estacionamento dos aeroportos

O governo da Rússia está alocando US$ 317 milhões para as transportadoras do país afim de fornecer apoio financeiro à medida que a crise do COVID-19 começa a afetar substancialmente suas operações, pois o tráfego de passageiros entre as transportadoras russas caiu 93% em abril. O número de passageiros da Aeroflot, Rossiya e Ural Airlines reduziu entre 92 a 95%, enquanto os números da Utair e Grupo S7 caíram 89% e 79%, respectivamente, segundo dados preliminares da Rosaviatsia, reguladora federal de transporte aéreo e o impacto da crise começou a aparecer nos resultados financeiros das companhias. O apoio estatal garantirá a continuação das atividades das operadoras russas e se destina a pagar os custos envolvidos em transporte comercial até julho deste ano. O subsídio permitirá pagamento de salários e contribuirá parcialmente para pagamentos de leasing e taxas de estacionamento dos aeroportos. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn