Grupo Emirates anuncia resultado financeiro do ano fiscal encerrado em março

Companhia registrou o 32° ano consecutivo de lucro

O Grupo Emirates anunciou o 32º ano consecutivo de lucro, com uma queda na receita atribuída principalmente às operações reduzidas durante o fechamento da pista no primeiro trimestre no Aeroporto de Dubai e ao impacto das restrições de voo e viagens devido ao COVID-19 no quarto trimestre do ano fiscal. A empresa registrou um lucro de US$ 456 milhões no exercício encerrado em 31 de março de 2020, uma redução de 28% em relação ao ano passado. A receita chegou a US$ 28,3 bilhões, uma diminuição de 5% em relação aos resultados do ano anterior. O saldo de caixa do Grupo atingiu US$ 7,0 bilhões, um aumento de 15%, principalmente devido a um forte desempenho comercial até fevereiro último e menor custo de combustível em relação ao ano anterior. Devido ao ambiente de negócios sem precedentes da pandemia em curso e para proteger a posição de liquidez, o grupo não declarou dividendos para este exercício financeiro após o dividendo do ano passado de US$ 136 milhões para a Investment Corporation de Dubai. Durante o ano fiscal, a empresa investiu coletivamente US$ 3,2 bilhões em novas aeronaves e equipamentos, aquisição de empresas, instalações modernas, tecnologias mais recentes e iniciativas de funcionários, uma redução após o gasto recorde de investimentos do ano passado de US$ 3,9 bilhões. A Emirates recebeu seis novas aeronaves Airbus A380 durante o exercício e retirou gradualmente seis aeronaves mais antigas, deixando a sua frota total inalterada em 270 exemplares no final de março. A idade média da frota da Emirates permanece em 6,8 anos. Mais informações no portal www.emirates.com.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn