Grupo Lufthansa apresenta desempenho financeiro em 2019

Empresa atinge EBIT ajustado de 2,0 bilhões de euros em um ambiente econômico difícil

O Grupo Lufthansa divulgou os números mais importantes das demonstrações financeiras registradas em 2019. A empresa atingiu um EBIT ajustado de 2,0 bilhões de euros, em linha com a previsão, apesar de encargos consideráveis. Os principais fatores responsáveis ​​pelo declínio foram um aumento de 600 milhões de euros nos custos de combustível e uma desaceleração econômica perceptível, especialmente nos mercados domésticos do grupo. O desenvolvimento de ganhos também foi impactado pela alta pressão de preços no mercado europeu devido à sobrecapacidade e ao enfraquecimento do mercado global de frete aéreo. A receita do Grupo Lufthansa em 2019 aumentou 2,5%, para 36,4 bilhões de euros contra 35,5 bilhões de euros no ano anterior. A margem EBIT ajustada foi de 5,6% em relação a 2018, que chegou a 8,0%. O lucro líquido consolidado caiu 44%, para 1,2 bilhão de euros contra 2,2 bilhões de euros atingidos no ano anterior. Em 2019, o Grupo Lufthansa investiu 3,6 bilhões de euros em grande parte para a aquisição de novas aeronaves. O fluxo de caixa livre ajustado caiu para 203 milhões de euros devido a menores lucros e maiores pagamentos de impostos. O retorno do capital empregado após os impostos diminuiu para 6,6%. Mais informações no portal https://www.lufthansagroup.com/.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn