Grupo Lufthansa continua a suspender voos para China e Irã

Companhia também está adaptando sua oferta às mudanças na demanda e reduzindo as frequências em várias rotas para a Itália em março

Após uma avaliação aprofundada de todas as informações atualmente disponíveis sobre o vírus COVID-19, o Grupo Lufthansa decidiu continuar a suspender os voos da Lufthansa, Swiss e Austrian Airlines entre Alemanha, Suíça, Áustria e a China continental até o dia 24 de abril. A conexão com Teerã está cancelada até 30 de abril. Além disso, as companhias integrantes estão reduzindo frequências adicionais em suas rotas, inclusive de e para Hong Kong e Seul, na Coreia. Os voos entre Munique e Hong Kong serão suspensos entre 6 de março e 24 de abril. Durante esse período, os passageiros serão remarcados se possível, através de Frankfurt e Zurique. Entre 5 de março e 24 de abril, algumas frequências também serão canceladas nas rotas de Frankfurt e Munique para Seul. A Lufthansa também está adaptando sua oferta às mudanças na demanda e reduzindo as frequências em várias rotas para a Itália em março. Isso inclui os destinos Milão, Veneza, Roma, Turim, Verona, Bolonha, Ancona e Pisa. Além disso, as operações nas conexões domésticas de Frankfurt a Berlim, Munique, Hamburgo e Paderborn, bem como de Munique a Berlim, Hamburgo, Düsseldorf, Colônia, Bremen e Hanôver serão reduzidas. A Swiss deverá reduzir suas frequências em voos de e para Florença, Milão, Roma e Veneza até o final de abril. A Austrian Airlines está reduzindo seu programa de voos para a Itália em 40% em março e abril. Isso inclui reduções de frequência nas rotas de Viena a Milão, Veneza, Bolonha, Florença, Roma e Nápoles. A Eurowings está reduzindo seu volume de operações de e para Veneza, Bolonha e Milão até 8 de março. Atualmente, os voos da empresa para outros destinos na Itália não são afetados. Para sua rede de rotas italiana, a Brussels Airlines decidiu cancelar cerca de 30% dos voos para Roma, Milão, Veneza e Bolonha até 14 de março. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn