Infraero apresenta resultado financeiro de 2016

Estatal registrou prejuízo líquido de R$ 751,7 milhões, o que representa melhoria de mais de 2,3 bilhões em relação ao ano anterior

A Infraero divulgou o Relatório da Anual 2016 com os principais destaques operacionais e financeiros da empresa relativos ao ano passado. No período, a estatal registrou prejuízo líquido (após os investimentos) de R$ 751,7 milhões, o que representa melhoria de mais de 2,3 bilhões em relação ao apurado em 2015, que foi de R$ 3 bilhões negativos. Esse resultado demonstra o compromisso e empenho em otimizar a gestão e melhorar os resultados em direção a uma empresa sustentável e independente financeiramente. No ano passado, as receitas operacionais arrecadadas pela Infraero foram de R$ 2,9 bilhões, sendo R$ 1,7 bilhão de receitas aeroportuárias (tarifas de embarque, conexão, pouso, permanência e navegação aérea) e R$ 1,2 bilhão de receitas comerciais (concessão de áreas, terminais de carga e exploração de serviços), o que representa um aumento de 8,4% em relação ao faturado em 2015. As receitas comerciais apresentaram aumento de 3,6%, com destaque para as receitas de concessão de áreas, que atingiram o montante de R$ 950 milhões. Esse número é resultado do plano de recuperação estabelecido pela Infraero, que prevê o aumento da participação das receitas comerciais, além de uma ampla mudança nos conceitos e parâmetros, sempre sustentados na Lei nº 13.303, tornando a empresa competitiva no mercado. As receitas aeroportuárias apresentaram crescimento de 12%, apesar da queda de 6,7% na demanda de passageiros e de 12,9% em aeronaves. As despesas operacionais somaram R$ 3,07 bilhões, aumento de 4,3% de aumento em relação a 2015. Esse crescimento controlado foi possível devido à gestão de otimização dos custos. Em 2016, a Infraero investiu R$ 1,29 bilhão em melhorias nos aeroportos sob sua administração e no aporte de capital das Sociedades de Propósito Específico – SPEs concessionárias dos aeroportos de Brasília, Campinas, Confins, Galeão e Guarulhos. Para 2017, o objetivo da empresa continua focada em seu processo de reestruturação. Com todas as medidas já em andamento, projeta-se que a Infraero será uma empresa financeiramente sustentável, voltando a apresentar resultado operacional positivo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn