Infraero deve ser reestruturada em três unidades

Secretaria de Aviação Civil esclarece como será o processo

A Secretaria de Aviação Civil esclarece que as medidas de reestruturação da Infraero, ora em estudo no âmbito do Governo Federal, preveem dentre outras a criação de três subsidiárias, com o objetivo de permitir que a empresa possa ter foco exclusivo na sua atividade fim, que é a de administrar aeroportos. As medidas visam dotar a empresa de melhores condições gerenciais e financeiras, afetadas pela recente concessão de aeroportos à iniciativa privada para com qualidade, continuar operando os 60 aeroportos sob sua responsabilidade. As subsidiárias em estudo são: a Infraero Serviços, a ser criada em parceria com um sócio internacional, que tem como objetivo a busca de novos negócios nos mercados doméstico e internacional; a Infraero Participações que seria responsável pela gestão das participações da empresa nas sociedades de propósito específico que administram aeroportos concedidos ao setor privado; e a terceira, ainda em estudo preliminar, prevê a separação do negócio de navegação aérea para uma empresa própria. As medidas almejam melhorar o resultado da empresa e aproveitar sua mão-de-obra disponível após a concessão de alguns de seus principais aeroportos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn