ITA, a nova companhia aérea brasileira

 

Nos últimos meses muitas companhias aéreas ficaram em terra, algumas para sempre, mas também abriu oportunidades para  novos projetos.

No Brasil, um dos poucos mercados que não paralisou totalmente o mercado de aviação comercial, deve começar a voar a ITA, do Grupo Itapemirim, com experiência em transporte terrestre de passageiros.

Depois de alguns atrasos, o ITA agora parece estar se dirigindo para seu primeiro voo, que seria em 15 de março. A ITA continua os processos de treinamento de equipes e tripulantes, mas ainda não recebeu as primeiras aeronaves de sua frota, que deveriam ter chegado ao Brasil em 8 de janeiro.

Tiago Senna, CEO da companhia aérea, informou que o voo de certificação para a ANAC deverá ocorrer em fevereiro. A frota será composta, inicialmente, por dez Airbus A320, configurados para 168 passageiros, com nove fileiras com assentos mais confortáveis na frente e mais 19 na parte traseira.

O serviço de bordo será simples, não haverá monitores de vídeo individuais, mas haverá plataformas de streaming onde cada passageiro escolherá o que deseje assistir em seu aparelho.

Também não podemos esquecer da Itapemirim Cargo, que entre 1991 e 2000 voou com quatro Boeing 727-100 e dois 727-200, além de alguns Cessna Caravan.

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn