Em um esforço para controlar a disseminação de novas variantes do coronavírus e permanecer dentro da capacidade das instalações de quarentena, o governo japonês está restringindo o número de passageiros que chegam a 100 por voo. Esse limite se aplica a companhias aéreas estrangeiras. Enquanto isso, as transportadoras domésticas (japonesas) estão limitadas a 3.400 chegadas por semana.

Com medidas ainda mais rígidas do que quando a pandemia surgiu há um ano, parece que o Japão percebeu o risco que o transporte internacional representa. De fato, em abril passado houve um limite de 3.000 chegadas por dia para companhias aéreas nacionais e 300 passageiros por voo para companhias aéreas estrangeiras.

Na quarta-feira (10/03), o secretário-chefe de gabinete, Katsunobu Kato, afirmou que a política atualizada “garantirá que as medidas de quarentena sejam devidamente executadas”.

Foto: Divulgação