KLM deve suspender todas as rotas de longo curso a partir de Amsterdã

 

KLM deve suspender todas as rotas de longo curso da Holanda a partir de amanhã (22/01), após a introdução de medidas mais duras no país destinadas a impedir a disseminação da COVID-19.

A aérea deixará de operar todos os voos intercontinentais, bem como algumas conexões entre Amsterdã e outros destinos europeus onde a tripulação é obrigada a pernoitar. A mudança também afetará as operações de carga.

“Não podemos correr o risco de nosso pessoal ficar preso em algum lugar”, disse um porta-voz da KLM em um comunicado divulgado à mídia holandesa. “É por isso que suspenderemos todos os voos intercontinentais a partir de sexta-feira e todos os voos para destinos europeus onde os membros da tripulação terão que passar a noite.”

A KLM está operando 45 rotas de longa distância sem escalas da AMS, oferecendo 240 voos e quase 79.000 assentos.

Foto: KLM

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn