KLM

Expectativa é gerar economia de até 85% no consumo de combustível durante o procedimento

A companhia aérea KLM está participando de testes no Aeroporto de Schiphol para avaliar maneiras sustentáveis ​​para taxiar aeronaves. O processo está sendo realizado com um Taxibot, um veículo de reboque híbrido que, ao contrário dos caminhões normais de pushback, é licenciado para rebocar aviões até o início da pista, sem que a aeronave precise dar partida nos motores. A expectativa é reduzir de 50% a 85% o consumo de combustível durante o procedimento. A operadora do terminal disponibilizou o Taxibot para a KLM, Transavia e Corendon para permitir a realização de pesquisas conjuntas sobre formas mais sustentáveis ​​de taxiamento. A iniciativa de sustentabilidade da empresa lançada no ano passado, incluía um compromisso de reduzir as emissões de carbono durante o taxiamento. Isso contribuirá para a ambição da KLM de reduzir em 15% as emissões totais de carbono da sua frota em comparação com 2005.