LATAM anuncia novos acordos de codeshare com a Delta

Parcerias foram firmadas com a afiliadas no Peru, Colômbia e Equador

O Grupo LATAM Airlines informa que as suas afiliadas no Peru, Colômbia e Equador firmaram acordos de codeshare com a companhia aérea Delta Air Lines (sujeitos à aprovação regulatória necessária) para oferecer mais conectividade com os Estados Unidos a partir do primeiro trimestre de 2020. Este é o primeiro passo do acordo anunciado em setembro deste ano, que combinará as malhas aéreas dos dois grupos, proporcionando aos viajantes uma melhor experiência e com mais conectividade para destinos em todo o mundo. As transportadoras estão trabalhando em uma transição gradativa que inclui o fortalecimento de seu acordo interline, o estabelecimento de parcerias que permitam acesso recíproco às salas VIP e benefícios mútuos para os passageiros frequentes, além do desenvolvimento de novos acordos bilaterais de codeshare. As ações oferecerão aos passageiros da LATAM a possibilidade de acessar até 74 destinos nos Estados Unidos e no Canadá, abrindo até 51 destinos na América do Sul para os passageiros da transportadora norte-americana. A empresa também planeja ajustar acordos de codeshare da Delta com as suas afiliadas no Brasil e no Chile em 2020, oferecendo ainda mais conectividade. Por outro lado, A LATAM anunciou que encerrará formalmente todos os seus acordos com a American Airlines em 31 de janeiro. Os viajantes que antes desta data, adquiriram passagens para voos programados a partir de 1º de fevereiro de 2020 terão direito aos mesmos serviços, sem alteração das condições de viagem. Já os acordos de passageiros frequentes para acesso recíproco às salas VIP permanecerão em vigor até a LATAM sair da Oneworld, o que deve ocorrer em setembro do próximo ano, de acordo com o prazo padrão para esta notificação. A empresa está avaliando uma data antecipada para a saída e comunicará qualquer alteração oportunamente e após o desligamento, a companhia manterá os seus acordos bilaterais com a maioria das empresas aéreas da aliança.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn