LATAM começa a realizar no Brasil manutenção pesada dos jatos Boeing 767-300F

Processo de Check-C exige alto grau de detalhamento técnico e anteriormente era realizado somente no exterior

A companhia aérea LATAM Brasil deu início em seu centro de manutenção localizado em São Carlos/SP, ao primeiro processo de manutenção pesada em uma aeronave Boeing 767-300F. O modelo de avião tem sido bastante utilizado pela empresa desde o início da pandemia do COVID-19 para o transporte de inúmeros insumos médicos por todo o Brasil. A aeronave pousou em São Carlos proveniente de Miami, após escala em Campinas. Ela permanecerá no MRO durante 30 dias para revisão com maior grau de profundidade de seus componentes e estruturas. A LATAM já possui desde 2009 a certificação para realizar o Check-C em qualquer aeronave de passageiros do modelo Boeing 767. A aplicação do processo em aviões de carga é parte da estratégia de internalização dos processos de manutenção e de fortalecimento do MRO da transportadora, uma vez que anteriormente, esse tipo de trabalho em cargueiros era realizado apenas em centros fora do Brasil. O projeto deverá colaborar para otimizar custos de manutenção e deverá contar com a colaboração de 100 profissionais de diversas áreas do MRO, como engenharia, almoxarifado, planejamento e mecânicos, que receberam treinamentos sobre os detalhes específicos a respeito da manutenção em cargueiros. O Check-C é uma revisão detalhada das aeronaves, composta por serviços de desmontagens, inspeções, montagens, trocas de peças, restaurações e testes. O procedimento pode durar de 5 a 30 dias, dependendo da complexidade dos serviços e idade da aeronave. A previsão é de que ainda em 2020, outra aeronave Boeing 767-300F passe pela manutenção do tipo em São Carlos. Foto: Alex Sandro V. Barbosa

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn