LATAM

Grupo projeta ampliar em 50% a quantidade de passageiros transportados até 2020

Em linha com as transformações e as tendências da indústria de aviação em todo o mundo de grande crescimento e dinamismo, com as necessidades atuais dos passageiros mais conectados e que valorizam ter mais opções e o desenvolvimento da experiência digital, o Grupo LATAM anunciou uma nova forma de viajar em rotas domésticas nos seis países onde opera na região. A mudança será feita por etapas a partir do primeiro semestre de 2017. Serão parte desta nova proposta o acesso a tarifas mais econômicas e a uma nova forma de comprar bilhetes, na qual o passageiro escolhe por quais serviços quer pagar. Além disso, também será feita a incorporação de tecnologias que melhorarão a experiência de viagem, como o sistema de entretenimento de bordo sem fio gratuito já disponível em todos os voos. Os clientes terão acesso a um novo fluxo de compras mais simples, que permitirá a escolha da tarifa de acordo com o tipo de viagem. Também poderão optar pelos serviços adicionais que desejarem, como desfrutar de uma ampla variedade de refeições a bordo, escolher o assento favorito no avião, poder mudar o voo ou devolver o bilhete. Desta forma, o novo modelo de vendas será mais transparente em relação às tarifas existentes e sobre o que está incluso em cada uma delas. Tráfego aéreo deve aumentar até 50% na região até 2020. Com esta mudança, a LATAM e suas filiais projetam reduzir em até 20% as tarifas mais baratas disponíveis para seus voos domésticos até 2020, consolidando sua importância para o desenvolvimento do turismo na região e contribuindo para o crescimento do tráfego aéreo per capita. Este redesenho nos voos domésticos é parte de uma estratégia global da LATAM e suas filiais, cujo objetivo é tornar o grupo mais eficiente, inovador e ágil. Além disso, esta mudança permitirá a companhia ser mais competitiva e deve assegurar sua sustentabilidade em longo prazo. Para implementar todas estas novidades, o Grupo LATAM está investindo no desenvolvimento de ferramentas digitais, desenhando uma experiência ágil e amigável para o passageiro. O processo de compra, check-in, embarque e pós-vendas será mais simples e rápido, e poderá ser realizado a partir de qualquer dispositivo móvel. Foto: Juliano F.Damásio