Liberação de cargas da Anvisa volta a ficar menor que 5 dias no Aeroporto de Viracopos

Órgão deve remanejar mais 10 pessoas para reforçar o quadro permanente no terminal

O prazo de liberação de cargas da linha saúde foi reduzido para menos de 5 dias após a Justiça Federal de Campinas conceder liminar ao Aeroporto Internacional de Viracopos contra a Agência Nacional de Vigilância Sanitária para reparar a excessiva demora no prazo de liberação de produtos, como medicamentos e insumos farmacêuticos. No mês passado, a liberação destes tipos de produtos chegou a levar até 71 dias nas câmaras frias do Terminal de Carga do aeroporto. Com a determinação judicial, a Anvisa reforçou uma força-tarefa que atuou na liberação das cargas paradas e o tempo de liberação atingiu 3 dias. Atualmente, a Anvisa possui 7 fiscais fixos em Viracopos. O órgão prometeu remanejar mais 10 pessoas para reforçar o quadro permanente no aeroporto até o final deste semestre. Nos últimos meses, o Aeroporto Internacional de Viracopos encaminhou várias cartas à Anvisa, Ministério da Saúde, ANAC e Secretaria da Aviação Civil para cobrar ações na redução dos tempos de liberação de materiais e volumes que estão nas câmaras frigoríficas do Teca.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn