Norwegian Air registra recuperação financeira no segundo trimestre do ano

Resultado no período foi caracterizado por um crescimento reduzido e melhor rentabilidade em linha com a estratégia da empresa

A companhia aérea Norwegian Air anunciou que durante o segundo trimestre de 2019, o resultado operacional foi superior a NOK 2,3 bilhões (coroas norueguesas), o maior já registrado em um segundo trimestre e um aumento de NOK 1,2 bilhão em relação ao ano passado. A receita unitária aumentou 13% e o yield aumentou 11%. Para o período, a receita total foi superior a NOK 12 bilhões, um aumento de 19% em relação ao mesmo trimestre do ano passado, impulsionado principalmente pelo crescimento intercontinental. Quase dez milhões de passageiros voaram com a empresa no período e o fator de ocupação chegou a 88%, um aumento de 1,2 ponto percentual em relação ao ano passado. A principal prioridade da Norwegian é retornar à lucratividade por meio de uma série de medidas, incluindo um portfólio otimizado de rotas e um extenso programa de redução de custos, que alcançou no trimestre NOK 554 milhões em economia, atingindo a meta de NOK 1 bilhão até agora em 2019. A manutenção em solo do modelo 737 MAX afetou negativamente a demanda, as despesas operacionais e a produção. A empresa projeta que o impacto negativo nos resultados do ano seja de aproximadamente NOK 700 milhões. Foto: Jorgen Syversen

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn