Nova lei dos aeronautas deve gerar redução de malha e queda de competividade

Projeto segue para a CCJ e retorna ao Senado, onde ainda será possível rever deliberações

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas, o Projeto de Lei nº 8.255 que dispõe sobre o exercício da profissão dos tripulantes de aeronaves, aprovado pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP), da Câmara dos Deputados, deve provocar redução de 10 a 20% na malha, demissões na mesma proporção, além de queda na competitividade das empresas aéreas brasileiras. A aprovação da legislação acontece em um momento em que a demanda pelo transporte aéreo doméstico sofre retração motivada pela crise econômica e as companhias enfrentam um forte aumento nos custos operacionais, ocasionado pela alta do dólar e pelo reajuste de tarifas aeroportuárias. O projeto dos aeronautas agora segue para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e retorna ao Senado, onde ainda será possível rever deliberações em razão do atual ambiente econômico no país. Mais informações no portal www.abear.com.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn