Novos tempos: Kam Air realiza primeiro voo com uma tripulação totalmente feminina no Afeganistão

 

Um voo no Afeganistão recentemente fez história, já que Kam Air operou o primeiro serviço com uma tripulação feminina a bordo. Duas pilotos acompanhadas por quatro comissárias voaram no 737-500 de Cabul a Herat

O Dia Internacional da Mulher costuma ver uma enxurrada de voos femininos ao redor do mundo, mas para Kam Air, esse voo foi inovador em mais aspectos do que a maioria. Em um país que tem uma história de poucos direitos das mulheres, este voo não foi apenas a primeira vez para Kam Air, mas também para o Afeganistão.

Kam Air é uma companhia aérea afegã relativamente jovem, fundada em 2003. Continua a ser a única companhia aérea privada no país. Embora atualmente esteja banida do espaço aéreo da UE, sua recente certificação sob o esquema IOSA da IATA lhe dá esperança de ser removido da lista negra. A companhia aérea disse que deseja começar a voar para Frankfurt em breve.

A primeira piloto afegã de Kam Air, Mohadese Mirzaee, de apenas 22 anos assumiu o papel de Primeira Oficial acompanhando a capitã Veronica Borysova, de 32 anos, que foi a segunda piloto mulher a ingressar na companhia aérea.

De volta à cabine, quatro comissárias de bordo mantiveram as coisas em ordem para os passageiros a bordo. A aeronave foi o YA-KMN, um Boeing 737-500 de 23 anos. É uma aeronave antiga, mas não a mais velha da frota. O 737 mais antigo de Kam Air tem 25,5 anos e é o 737-300 YA-KMV. Kam Air também aluga um 767-300 da ucraniana Wings, que tem mais de 28 anos.

Mas o avião era mais velho do que a primeiro oficial a bordo para esse voo. O 737 decolou do Aeroporto Internacional Hamid Karzai em Cabul às 13h do dia 24 de fevereiro de 2021 para seu voo de 650 km para Herat, no oeste do Afeganistão.

Foto: Divulgação

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn